BRS Mandinho


Categoria


Share

BRS Mandinho

O Primeiro cultivar nacional de pêssego chato (“bolachinha”)

A cv. BRS Mandinho é originária do programa de melhoramento da Embrapa Clima Temperado e foi testada como seleção Cascata 1373.

O nome Mandinho é um termo regional que significa criança, moleque, guri, pazinho, menino, piá, garoto. Esse nome foi escolhido porque se trata de uma fruta de tamanho pequeno a médio, se comparada com as frutas importadas, mas de muito bom sabor e aparência e que caiu no gosto de todas as crianças a quem se deu a oportunidade de experimentar. A sua comercialização poderá ser diferenciada, em embalagem apropriada a fim de conseguir o maior custo-benefício do produto.

licenciados

CARACTERÍSTICAS DA FRUTA

Esta cultivar produz frutas de forma platicarpa (achatada), polpa amarela, com bom sabor, doce ácido, mas com predominância do sabor doce. A película é amarela com parte da área (40% a 50%, dependendo da insolação e tipo de adubação) coberta por vermelho sólido, vivo.O tamanho é pequeno, variando de 4,5 cm a 6,5 cm de diâmetro.

FLORAÇÃO

As flores são do tipo rosácea e a plena floração ocorre na terceira dezena de julho.

PRODUÇÃO

A frutificação efetiva é alta, entretanto, devido ao tamanho das frutas, sua produtividade é média, em torno de 14 t/ha, em pomar adulto.

MATURAÇÃO

A maturação, nas condições de Pelotas, RS, inicia geralmente na segunda quinzena de novembro. Em regiões mais quentes como SP, esta ocorre 20 a 30 dias antes, diferença que pode ser ainda maior com o tratamento antecipado para quebra de dormência.

VANTAGENS

Além do sabor de seus frutos, essa cultivar tem como vantagem o fato de ser a primeira cultivar brasileira produtora de frutas do tipo platicarpa (chata, tipo bolachinha) e uma das poucas, no mercado internacional, desse tipo e com baixa necessidade em frio.

ADAPTAÇÃO AO CLIMA

É de baixa necessidade em acúmulo de frio hibernal (estimada em 100 h a 150 h), o que a diferencia das principais cultivares desse tipo, plantadas na Europa e Estados Unidos. Desde 2009,vem sendo testada em várias Unidades de Observação em Santa Catarina (Urussanga e Pedras Grandes), no Paraná (Araucária), São Paulo (Jarinu e Paranapanema), Minas Gerais(Barbacena) e Espírito Santo(Venda Nova do Imigrante), com boa produção nesses locais.

Fixo: (55) 99175.4736

Celular: (55) 98405.0819

viveirosaofrancisco@gmail.com.br

WhatsApp whatsapp